Quem és ? : Tela

sexta-feira, 4 de março de 2011

Tela


Pareço uma tela …
Que espera o seu pintor,
Esperando que chegues
Olhes eu branca sem nada.
E tenhas desejo de fazer algo com esta Tela.
Pintá la de um jeito abstracto,
Ou com lógica,
Ou com flores,
Ou sem nada.
Eu despida  de roupa,
Ou chorando,
Ou sorrindo.
Vestida de vermelho,
Vestida de roxo,
Como me queres?
Pinta me,
Ao teu gosto.
Choro quando penso que me podes
 pintar como quiseres,
 eu nem me importaria.
Mas … nem vontade de escolher cores terias 
Daria  trabalho….
E …. Isso não e contigo… teres trabalho comigo…
Não é do teu….feitio …
O teu jeito eu conheço,
Abomino… mas conheço.
Condeno me todos os dias
Como cheguei ate onde estou hoje.
Quando te peço que me pintes …
Estou tão enganada
porque nem que me tivesses pintado linda... 
eu serviria para alguma coisa.
Pois... estragas te a tela
Do meu ser
O que era para ser já foi,
E não tem volta.
Quadro estragado ninguém pega,
Ninguém olha,
Ninguém compra,
Destruíste um pedaço de mim.
Do meu passado,
E do meu futuro,
Que poderei fazer??
Vou pedir por favor
Ao que fez a tela
ver se ELE tem misericórdia
E substitui a tela estragada
Por uma tela nova,
Sem marcas do passado,
Sem marcas do que foi e já não é.
É possível??
Só dono da tela sabe.
Ele sabe se .. dará para  aproveitar
A madeira dessa tela
Ou precisa duma restauração
Tal......... que…… só uma nova…



C. 

Sem comentários:

Enviar um comentário