Quem és ? : Março 2011

sexta-feira, 4 de março de 2011

Tela


Pareço uma tela …
Que espera o seu pintor,
Esperando que chegues
Olhes eu branca sem nada.
E tenhas desejo de fazer algo com esta Tela.
Pintá la de um jeito abstracto,
Ou com lógica,
Ou com flores,
Ou sem nada.
Eu despida  de roupa,
Ou chorando,
Ou sorrindo.
Vestida de vermelho,
Vestida de roxo,
Como me queres?
Pinta me,
Ao teu gosto.
Choro quando penso que me podes
 pintar como quiseres,
 eu nem me importaria.
Mas … nem vontade de escolher cores terias 
Daria  trabalho….
E …. Isso não e contigo… teres trabalho comigo…
Não é do teu….feitio …
O teu jeito eu conheço,
Abomino… mas conheço.
Condeno me todos os dias
Como cheguei ate onde estou hoje.
Quando te peço que me pintes …
Estou tão enganada
porque nem que me tivesses pintado linda... 
eu serviria para alguma coisa.
Pois... estragas te a tela
Do meu ser
O que era para ser já foi,
E não tem volta.
Quadro estragado ninguém pega,
Ninguém olha,
Ninguém compra,
Destruíste um pedaço de mim.
Do meu passado,
E do meu futuro,
Que poderei fazer??
Vou pedir por favor
Ao que fez a tela
ver se ELE tem misericórdia
E substitui a tela estragada
Por uma tela nova,
Sem marcas do passado,
Sem marcas do que foi e já não é.
É possível??
Só dono da tela sabe.
Ele sabe se .. dará para  aproveitar
A madeira dessa tela
Ou precisa duma restauração
Tal......... que…… só uma nova…



C. 

Aqui existe...






Aqui existe gritos  de felicidade
Lágrimas no canto dos olhos
Aflições .. e dores de barriga até rsrsrs
Mas que porto de emoções

Namorados que se beijam
Como se fosse
O ultimo…
Apertam se … abraçam se

Como deve ser bom receber
Um abraço assim
De vai mas fica
Um  beijo com 2 sentidos

Que te diz adeus mas que não quer que tu vás…
Ao longo do caminho se vê
Pessoas  de mão dada
Deve ser bom passear de mão dada

Aquele aperto gostoso
De estou aqui….
Vai correr tudo bem …
É só uma semana

Passa depressa
Um filho que se despede de um pai…
Ele não entende o porque que o pai tem que ir.. e chora…
Já sente saudade…

Tadinho…
Vida de adulto é difícil….
Mulheres lindas que passam
E jovens que as olham como se a não quisessem perder de vista…

Os olhos e a boca pedem um numero que nunca vão ligar..
Os sorrisos uns apara os outros como  que gabando da sua  nobre sorte em
Ter visto tal beleza…

Os olhos são como cortinas….
Mostram tudo .. o que se quer
O que não se quer
Puxa se a cortina e tapa se o mais …..belo dos sentidos …. Os olhos

Vivo a tapar… o meu melhor sentido…
Escondo me detrás … de uma cortina…
E espreito de vez enquanto..
Espreito…

E me consolo
Nos meus sonhos … nas minhas  fugidas
Não quero concelhos
Não quero

Tenho medo que eles me digam para rasgar as cortinas
E olhar tudo e todos de frente
E isso eu não consigo…

Tenho medo que me digam para fechar a cortina
Para sempre
Porque

Ate isso eu também não conseguia
Ficaria muito só
Mais só ainda do que agora estou…
E não quero esconder me para sempre…

Quero abrir a cortina e sonhar..
E viver assim
Como quem brinca de esconde esconde
Ora estou aqui

Ora  não estou
Ora estou
Ora não estou
Assim desta maneira só me acham quando eu quero e preciso


c.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Nao me guardes









Quando chegas aqui
Estou tao perto e tao longe de guardar o que
De melhor temos em nos
Que de melhor
Tenho para dar e distribuir
Não passo um minuto sem querer
Te dizer
O quanto
Me posso dar
Sem tu saberes
O quanto valho
Não podes guardar os teus tesouros numa caixa
Não podes segurar um tesouro num baú...
Seria cruel
Guardas o que tens numa montra 
em vez de a usares
 Uma jóia que é jóia
Não se guarda
Usa se
Para ser admirada
Não me guardes
Usa me
No bom sentido
Não me guardes com medo que me gaste
Que me quebre
Estou a tua espera
Que me carregues
E me mostres que tenho valor
Não permitas, não deixes que eu seja  a última pessoa a saber que me amas
Deixa que eu seja  a primeira
E depois
Minha alegria vai se encarregar de mostar
Para os outros
Que eu sou especial
Que eu sou feliz
Leva me neste balão e faz me acreditar que me levas para um lugar seguro …
Que vou viajar contigo
E vou estar segura
E vou ser feliz
Não me prometas nada que não podes
Cumprir
Seria meu estado
Nessa hora
Pior
Do que eu agora me encontro
Não me deixes perecer neste pedaço de amor que me mostras

C.

Somos crianças




Somos crianças
Com as nossas distâncias
Com os nossos esconde esconde
Mas somos felizes
Nos achamos quando nos queremos perder
E queremos nos ver
Porque queremos chorar
E sabemos que quando nos vemos
Rimos
E sorrimos
E sonhamos
E levamos nosso ser
A algum sítio que fica bem no meio de um oceano…
Como se fosse a ilha do esquecimento…
Porque te esqueces de ti
E eu me esqueço de mim..
Mas somos os dois
O que somos
E isso é mágico…
Finge que és advogado
Eu fingo que sou médica
Julga as minhas causas
Que tomo conta da tua saúde
Não olhes para trás
Manifestas o desejo de ir
E eu o desejo de ficar
Porque
ambos sabemos
que quando vamos
ambos
nos voltamos a ver
um ao lado do outro
nos braços um do outro
na cama um do outro
nos beijos um do outro
no amor um do outro
e quando estamos juntos não o podemos fazer
então…
 a despedida
é um misto de
vai e vem
DE AGRIDOCE….
AGRI –VAI
DOCE –VEM

C.

Aqui encontra-se um pouco de tudo...




ENCONTRA SE UM POUCO DE TUDO NUM AEROPORTO
CHAMAR LHE IA  POÇO DE  EMOÇÕES
POÇO DE SENSAÇÕES
OU UM PORTO DE EMOÇÕES
PORTO DE EMOÇÕES
ACHO QUE FICA MELHOR PORTO
PORTO PARA QUEM CHEGA
POÇO PARA QUEM VAI
PARECE –ME MELHOR ASSIM
EXISTE OLHOS DE PESSOAS  A BRILHAR
ESCONDEM EMOÇÕES E SENSAÇÕES
DESCONHECIDOS AO EXTERIOR
COISAS QUE GUARDAM NO SEU INTERIOR
QUESTÕES QUE
FICAM NO AR
COMO QUE A PLANAR
COMO UM AVIÃO
EM TODA A SUA ALTITUDE
ESTOU EM CUIABA
CHEGUEI ÁS 9 E 30  BELO HORARIO…
MINHA PARTIDA É DAQUI A QUASE 12H
MAS NÃO ME IMPORTO DE ESTAR SOZINHA
SOZINHA SOZINHA NÃO ESTOU
MAS PRECISO DESTE MOMENTO….
PRECISO DE ME ENCONTRAR COM A C.
É DIFÍCIL
MUITO DIFÍCIL
MAS ESTOU AQUI
VAMOS VER COMO CORRE
                        TUDO NATURAL
QUER DIZER NORMAL NÃO É
CASADA
SOZINHA
…..
EM PLENO BRASIL…
CUIABA
E SEM PRESSA DE VOLTAR..
NÃO   NÃO E NORMAL…
ATÉ DOÍ  E É COMIGO…
MAS QUE FAZER É A VIDA …
NÃO A VIDA DE QUALQUER PESSOA
 É A MINHA VIDA
É  A MINHA REALIDADE..
BEM VINDO A MINHA SOLIDAO…
BEM VINDO



C.

Quantos anos tens tu?




Quantos anos tens
Que vida levas tu
Que erros cometes te
Que deserto caminhas
Que loucuras fazes
Que lágrimas deitas
Por quem?
Para quem?
Que queres de volta
Que magia fazes tu?
Quem tu alegras?
Que me pedes?
Que estrada desenhas
Que palavras tu dizes
Que língua tu traduzes
Quem tu matas
Quem fazes viver
Quem
Respira por ti
Por quem respiras
Quem te assusta
Quem te sustenta
Quem  tira o véu  para ti
Quem reclama a tua presença
Quem grita pela tua falta
Quem chora contigo
De quem roubas o sorriso
Quem te ouve
Quem te percebe
Quem tu compras
Quem tu vendes
Quem te atende o telefone
Quem te liga
Quem te escreve
Quem concorda contigo
Quem discorda de ti
Quem te recebe
Quem te perde
Quem te beija
Quem te ama
Quem te abraça
Quem tu abraças
Quem te vê????
Eu não sei… te vejo mas não te entendo



C.

conto um conto







Quando  chegaste estavas cansado….
Estavas exausto..
Mas eu estava lá á tua espera
Peguei um táxi á 1h da madrugada e te esperei…
Tu não me esperavas .. Porem eu estava ali…

Reservei um quarto para nós dois…
Puxei a tua vaga … e a usei…
Quando chegaste,pediste
a tua vaga …


Porem o sr Augusto logo te disse
Sr o seu quarto esta ocupado mas lhe arranjamos um melhor…
Ouve um engano…
Não achei que era boa ideia devido á tua teimosia era bem provável que a pessoa que tivesse ocupado o teu quarto aquela hora teria que sair….

Porem deixas te isso
Nas mãos do teu cansaço
Colocaste a chave a porta …. E quando me viste. Pediste desculpa e fechaste a porta …
Eu estava sentada na beira da janela

Pensando que talvez já nem viesses
Estava previsto chegares á 1h
Mas eram 2h e ainda não tinhas aparecido


Comecei a me questionar…se teria sido boa ideia..
Quando a porta se abre e se fecha….
Eu corri eras tu…
E quando estava a meio do caminho
  Abriste de novo a porta e me olhas te estupefacto…

Como que me reconhecendo naquele abre e fecha de porta…
E deixas te cair a tua mochila
De espanto
Quando olhei para a mochila sorri e disse
sou eu


Estou aqui
Confesso
Tua boca estava aberta
E sem reacção
Estendi minha mão para ti e disse


Estou aqui ( de novo)
Deste dois passos e colaste te a mim…
Abraças te me não vou dizer forte..
Porque quando enrolei meus braços no teu pescoço
Tu tremeste e só ai penso que cais te na real …


eu estava ali
eu realmente estava ali…
olhas te para mim e disseste .. como ….
Não importa .. estou aqui…


Quem esta aqui?
Agarras te meu rosto …
Seguras te firme
Minha face e repetiste :
Quem está aqui?

Não entendi á primeira … mas aquele arrepio na espinha … quando me seguras te …
Me fez declarar… com uma voz baixinha e trémula
Sou eu a estrela…

Sem mais … sem querer saber de mais nada …
Sem pensar e sem pedir
Sem … esperar …. E sem ar…
Me beijaste

Deixei…..
Só tu me beijas te eu fiquei como que ..
Estátua
Sentindo o calor dos teus lábios a tua língua a passear na minha boca


E não consegui
Fazer nada
Nem abrir nem fechar
Dizia baixinho…iur o teu nome


Deste um passo… e eu me ergui nos teus braços..
 me coloquei de bicos de pés e te alcancei gostoso
e beijamos juntos…
não…. Tinhas 6 h de onibos e eu não tinha horas de voo
revitalizamos...

colocas te a tua mão
na minha cintura e me colas te a ti
só para me sentires mais perto …
eu mexia no teu cabelo….
Estava macio…

Coloquei minha mãos  debaixo do teu Polo
De mansinho
Fiz festinhas nas tuas costas….
E tu …
Quinzes te me sentir igual…

Desceste o teu  ombro
Agarras te na barra da minha saia e puxas te com a mão colada as minhas pernas
Como me subindo e me levantando a saia
Apertas te me gostoso

Tirei num flash o teu Polo
Não queríamos parar de nos beijar…
Sedentos ??
Seria??
Aquele momento tinha sabor…

Tinha cheiro
Tinha som………sommm
O som da tua respiração…..
Que som gostoso…..
Colocas te as tuas mãos atrás da minha cintura.. Procuras te o fecho...

Abriste e a saia caiu por si mesma
Pisei com os  pés e as tuas mãos passearam no meu corpo
Eu coloquei a minha mão nas tuas calças  devagar e abri os botões…

Um a um
Devagar….
Quando estava tudo elas caíram e voce  as pisou também …
Tuas pernas tocavam nas minhas …
Sensação boa….
Me subiste …

Para que passasse mos aquele mar de roupa..
E com tanto carinho me deitas te na cama
Estava meia fora meia dentro
E com os teus braços esticados e a luz da janela
Sorrias para mim

E …
Abriste a minha blusa
Beijando .. muito.  Os meus lábios..
Como que me desejando em todos os segundos… com
Muita ansiedade
Muita vontade

Eu … cooperava.. 
Quando me viste….
Abanas te a cabeça
E mergulhas te nos meus seios...

Beijando os com … carinhos
Tuas mãos deliciosas
Teus beijos Rui
Estava … toda arrepiada …
Só com aqueles gestos meigos .. já o meu corpo se contorcia…

Ouvia mos uns sons de fora … parecia….
Quase parecia….
Era mesmo
Gota a gota…
Forte gota a gota...

estavas  perdido  em mim…
quando  ela começou a cair forte…
subiste e disseste nos meus olhos….
Agora o momento está mais que perfeito…
Eu só tive tempo de dizer concordo.

Me beijas te fogoso
A chuva.. ela não parava estava … intensa…
Como nós..
Puxas te me para cima me fizeste sentar
Beijas te minhas pernas

E tiras te minhas calcinhas
Mandas te elas para longe
Deitas te te sobre mim…
Colas te te a mim
Senti te

Fresco..
Quente
Suado…
Beijei teus ombros
Passei as mãos nas tuas costas

E a muito custo entre mãos e pés
Tirei  as tuas cuecas…
Tu sorrias com .. a minha carga de trabalhos
Coloquei minha perna bem em cima de ti...

E te chamei ….
Estávamos nada dentro do normal…
Estava até tonta…
Estava tão ofegante tão quente…

Tão desejosa que me tomasses  
Tão ansiosa…
O meu soutien abria a frente
Colocas te as duas mãos a trabalhar e ...

Num segundo la foi ele
Abriu se
E tu
Desvias te as bolsas para espreitar a cor dos meus seios
Para recordar
O sabor dos meus seios

Teus braços tremiam na cama
E eu afagava a tua cabeça
Com meus olhos fechados…
Querendo aproveitar esses minutos….
De puro prazer

Pura alegria
E pura entrega
Relembra mos os sons do nosso desejo
Repito os sons e o sabor e o calor…
Beijas te  meu pescoço…

E cheiras te me … ahh  não mintas cheiras te me …
Senti o teu nariz.. Percorrer meu pescoço … e cheiras te me…
Subis te me…
E te encaixas te em mim…

Foste dócil e .. Carinhoso…
Não estava contigo á tanto tempo…
Foste um gentleman…
Não queria estar em outro lugar senão ali
Não queria sentir mais nada senão a ti…

Não queria ouvir mais nada senão… a ti…
eu conhecia o teu jeito..
eu estava a gostar
eu conhecia o teu gosto...

Mas estava sem ar…
A tranquilidade que sentia ..
E  a magia daquele momento em nada se igualava ao que os meus sonhos me contavam

Emergi   …. Naquele momento….
E não me cansei…
Nem queria voltar…
Arranhei te desculpa…. Mas a culpa foi tua…

Estavas gostoso demais…
Rebolamos  na cama.. e fiquei em cima de ti …
Te afaguei o rosto…
Não me lembro quantas vezes

Só para ter a certeza que estavas ali
E te beijava e te acariciava o rosto… me sentei  sobre o teu colo
E quis que ficasses … face a face comigo…

Vindo sorriste
Sorrimos juntos…
Meio que envergonhados… sem jeito…
Me abraças te …
Sorrindo...

Quando coloquei minha cabeça no teu ombro..
Meus olhos se encheram de água…
Mas logo senti teu beijo gostoso nos meus braços
Tuas mãos as duas
A passear ao longo deles…

Ao mesmo tempo
Tua cabeça balançava….. olhando para um  e para o outro….
E seguras te no meu quadril …
Me subiste
Mordes te o lábio …

Eu colei meu rosto ao teu
E desci…
Encostas te  a cabeça ao meu corpo
E eu aproveitei que não olhavas … e subi de novo
E desci de novo

E subi de novo e desci de novo…
Quando quizes te olhar para mim.. parei…
Me tiras te de  ti  e
A chuva que não parava …. Era chuva de fundo...

Sai da cama e fui na beira da janela
Foste atrás   de mim
me encostas te na beira da janela
Onde  salpicos da chuva entravam no quarto…
A chuva .. estava  a cair nas minha costas

 Me abraças te e disseste:
-Isto é o paraíso
-Acho que me quero perder neste paraíso.
-Não me deixes …

-Mas estou aqui…Shiuu vem comigo…
-Onde vamos
-Vem aqui…

Entramos no banheiro
Liguei o chuveiro no máximo….
Corria uma chuva falsa rsrs forte
E muito barulhenta
Entrei la em baixo ..daquela chuva falsa …

E tu na entrada do banheiro olhavas com ..
Esses olhos…que nem sei bem de qual cor são…
Mas encantam
Depois de estar gelada...

Não me contive
E fui ter contigo … tu disseste:
-Estás fria
-Eu sei…
-Vem aqui…

-Entrar debaixo dessa água gelada?
-Umm ummm sim
 -só tu…só tu….rrrrr ta mesmo fria


-Te deixa sem ar?
-Sim…
-Ta fria …….
-Que bom…..
-Porque que bom?

Fui ao teu encontro e te fiz baixar..
Até nos sentar mos no chão ….
-Sentei me para acabar aquilo
Que não acabamos na cama
Com a chuva

-Fiquei com vontade
De fazer amor á chuva
Fazes me a vontade?
-És doida….
-Não …

-Não sou,estou doida… aproveita…
 enquanto não acordo .. por favor….
Beijei te … beijei te …..
Não  te negues…
Quero te…
-Não to vou negar...


 Ficas lindo molhado rsrs
-A água já aqueceu?
-Não kkk eu é que já arrefeci  rsrsrs
-Deixa eu te esquentar ….  
-Viras te mesmo brasileira…

-Se preferires eu aqueço te….
-Não  .. esta bom esquentar….Me esquenta…
-Te esquento..
-Não me deixes …

-Não te deixo…
-Não vás embora….
-Agora não vou….
Shiuu não digas nada … querido

Vira mos uns doidos porque
Naquele momento entendemos
Que aquele momento iria terminar….
Não ia durar…

Então…
Ficamos como que aflitos
Já não parecia um fazer amor
 de "oi cheguei estou aqui"
Deu a sensação… de  fazer amor de "xau estou de partida" …


Isto porque eu te apertava mais
E tu me agarravas mais…
Não queríamos que o tempo corresse.
E quem sabe…

Se a nossas lágrimas não  se misturaram com
As gotas do chuveiro…
Da água que nos corria
Pela cabeça
Depressa misturamos … esse misto …

E nos amamos..
Um amor mais saudoso…
E acabamos ali .. debaixo do chuveiro
Chuva comandada

Quando eu ia fechar não deixas te…
-Deixa assim…
Fica aqui
Anda aqui

Se seguras te me  nos pulsos…
Forte e firme
teus olhos diziam muito..
Tua boca não dizia nada

Teu corpo comunicava … dum jeito trémulo…
Mas a tua voz não saia…
Gaguejas te:
 Fica comigo…dorme comigo…


 -Anda Rui.
-Ficas?
-Anda …
-Ficas?
Eu tento te puxar. mas és mais forte
Um tiquinho só…

Caí no teu colo…
Como se fosse um bébé
Abraças as minhas pernas e te digo
- Rui só se pedires com jeitinho…
kkkkkkkkkkkk

-Eu peço moça.. eu peço…
Deitas te me .. no chão… água continuava a correr …
Beijas te me forte …
Como que pedindo sem voz mas com beijos…
E ficamos “aos melos “

Um bom pedaço de tempo….
E no fim…
Suspiras te … e eu disse:
-Eu fico…
-Pedi com tanto jeitinho….

-Eu sei….
-Eu fico eu espero te…eu espero….
Encostas te a tua cabeça na minha barriga
E disses te:

-Temi que me dissesses não…
Poxa…. Que mistura de sentimentos…que reboliço…
Que aventura
Que sonho que …
Interrompi te :

-Realidade … Pura realidade
Vem mimi ,vem deitar comigo… vem.
Agarras te na toalha  que estava pendurada secas te o teu rosto
 E me cobriste as costas...

E me abraças te por trás…..
E, num passo de dança…
Disses te:
Moça
Eu não sei falar

Coisas bonitas para te conquistar.
Eu tenho só uma viola moça eu só sei cantar…
Virei me para ti… de toalha enrolada no meu corpo
Tu com outra enrolada da cintura para baixo rs
Tontos...

E continuas te ….
Moça eu não tenho dinheiro .. Minha riqueza eu vou te contar…
É o braço da viola moça eu só sei cantar…
E eu encostei … os meus lábios aos teus….
E continuas te...

E te baralhas te …..
Moça se vc parar um pouco
Para me ouvir..
Em alguns minutos vai me descobrir

Enxergar o fundo do meu coração…
LALALALALA
-Não te acho careta…és meu marido....
Acho lindo…este momento…
Se fosse planeado

Não corria tão bem….
Te amo….
Te amo…
Vem ….
Vamos mimi
-Vamos…

Colocas te o relógio do celular para despertar…
Ás 9h estarias de saída…
Deita mos de toalha … enrolada….
Encostei minha cabeça
No teu peito

E assim adormeci…
E tu também……
Ao longe ouvia o telefone a tocar….
Mas quando dei por mim...

Já não estavas ali…
O lugar estava vazio…
Coloquei  a mão na tua almofada .. e sinto um papel…
Levanto me  e leio…

Espera me por favor…
Eu sabia que tu sabias que eu não ia esperar…
Que disse que sim….
Mas que dentro e mim…

Estava com medo do dia
Do sol
A noite já tinha ido á muito embora….
Levantei me  e recolhi as minhas coisas …
Fui tomar banho … pensando

Fico vou
Fico vou
Quando
Saio do banho oiço uma voz…
-Cheguei na hora certa...

Espantei me a ouvir  a voz
Pois pensei que … ainda era cedo
Afinal já estava na hora
Do teu retorno...

Quando olhas te tudo .. Recolhido
Teu rosto ficou murcho e .. desses te
-Não ias esperar pois não?
-Estava a indecisa… só isso….
-Que ias decidir…

-Ainda não sabia..Perdi a hora…
não tenho relógio… pensei que tinhas acabado de sair…
-Não .. são 11 e 30…mas…  eu vou lá abaixo…

E … se quiseres ir… finge que eu não apareci ainda e .. vai…
-Não Rui se eu tivesse ido, já me tinha arrependido
não quero ir…

Mas não quero ir
Agora
Nem logo
Nem amanha

Nem depois, esse é o problema
-Mas o possível faz.. se queres assim tanto ficar fica .. e só vás quando eu for…
-Uma boa proposta …aceito.

Sorriste .. e baixas te a cabeça
-Que foi?.....
-Nada não… nada mesmo nada…

Vou pedir dois almoços posso?
-Podes querido.. podes….
Se disseres de novo querido eu já nem desço.
-Então não direi… porque me deu fome…

Deste meia volta e desses te rindo…
-Mas fome de que?
Eu sorri também meio que  a rir mesmo…
-De comida …

-Sério?  De comida….????
Vieste … com beijinhos…
E “ melos ”
-Se não fores agora….


Na próxima hora  estas proibido de sair daqui…
-Umm… pera
É como castigo??
-Sim como castigo….
-Ummm aceito…

-A partir deste momento estás de castigo comigo…
-Ummm Sério?
-Sério….
-Esta bem ...

.Sabes como sou obediente..
-Sei sim
Anda cá….
E mais não digo…….
Estou no aeroporto á mais de 6 horas a sonhar acordada….
Estou tão cansada...

Mas queres saber como acabou?
Nos amamos..  mandas te vir uma piza comemos juntos…
Deitados rindo.. sorrindo…
Falando…. Bj muitos bj

De pizza rsrs
Quando acabamos … adormeces te….
Coloquei teu telemóvel a despertar … não queria que perdesses o  onibus…
E juntei minhas coisas

Beijei tua face….
E fui embora….
Chorando fui embora
Dizer te adeus

Depois de ter teu cheiro
Teu corpo em mim…
Não era duro
Era cruel….


Era cruel
Fui embora fechei a caixa do hotel e escrevi
Desculpa…
Num papel….


Medo de te dizer que mudei …
Que estou perto…
E pensas que estou longe

Quem sabe
Um dia te vejo….
Ao longe
Quem sabe

Queria te ter de volta
Vezes sem conta
Como daquela vez
Queria mas não posso….


Te amo….





C.