Quem és ? : Fevereiro 2011

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Fiz uma pequena canção....







Deixa eu chorar
Deixa eu sorrir
Deixa eu andar
Deixa eu partir

Deixa  Deixa

Me deixa voar rrr
Me deixa cantar rrr
Me deixa viver rrr
Quero parar de morrer rrr


Me dá um par de asas
Me deixa criar um voo
Não me deixa nas brasas
Que eu sou um tesouro


Me encanta
Mexe comigo
Me esquenta
Sê meu abrigo

                                               La la la vamos juntos cantar
                                               Parar o tempo
                             coro           Imaginando
                                               Vamos virar passatempo
                                               La la la vamos juntos amar


C.

Perdi a força...



Perdi a força
E procuro me segurar
A alguma promessa
A alguma coisa no ar

Mas tento escutar
O som da tua voz
Crendo que só de pensar
Acreditarei mais em nós

Então minha cabeça
Gira e gira e gira
E ela confessa
Este amor  te aspira


Sufocas-me
prendes-me
amarras me
e não tenho como me separar 

Será castigo?
Mas de quê??
Sozinha viro um perigo
E não sei que fazer

Contudo...
Estou tão habituada 
a pedir perdão 
e desculpas...
Que quando te vir
vou ter ...
que me engolir
olhar nos teus olhos
e pedir perdão
Por algo que eu nem sei 
que fiz
ou por algo que eu nem sei
que não fiz
É triste...
Agora sou infeliz
e quando voltar
perdão vou pedir
para contigo ficar
Na esperança de pior não ficar....



C.



Terra chama C.




Terra… chama   C.
Aparece… andas meio esquecida da tua vida
Andas perdida…falas sozinha
Que tanto pensas tu??
Acorda, aparece, surge…
Esquece … o que tanto pensas e volta á terra
A terra te espera,
Tem saudades tuas…
Do teu toque,
Das tuas palavras…
Do teu caminhar com os dois pés no chão
Andas perdida
Mas sei que não queres que te procure…
Mas não sabes que nunca te perco de vista…
Sei  o que fazes, o que dizes, o que pensas
Por onde caminhas, o que gostas , quem encontras
Conheço tudo, e te vejo em todo o lugar que teus pés pisar…
Por isso tenho sentido tua falta.
Teus pés já não me pisam
Já não sinto o calor da tua presença
Já não mexes mais na terra…
Só olhas a lua e as estrelas
E não conversas comigo..
E nem me pedes para te dizer os meus mistérios
Em vez de mim... falas para o céu ..
Como se esperasses que caísse algo de cima
Nas tuas nobres mãos
Não me despeças da tua vida
Do circulo do teu dia a dia
Porque amo a tua companhia.


C.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Com tanto...


Com tanto lugar
 que eu poderia dizer que ...
queria que fizesses morada....
Eu só te dizia que ..
queria que morasses
debaixo dos meus lençóis.


C.

BOM DIA



BOM DIA AMOR....
meu bom dia
todo o dia
bom dia
bom dia
não te esqueças bom dia
 um bom dia comigo
e quando eu estiver  ausente
me deixa contente
porque quero passear na sua mente
ate você ter que se esconder
porque vai lembrar
dos meus beijos ....
beijos a valer....
de fazer você correr
para casa de novo
perguntando
mesmo de noitinha
-Cadê meu bom dia??
-Estou aqui....



C.

As cores deste Jardim



As cores da vida
estão a passar 
por mim
no jardim 
do meu corpo 
esta o cheiro
da tua partida
a carne  foi embora
o calor já passou da hora
passou
como um perfume 
rasco
passou o teu perfume ...
a tua cor
ficou só as marcas
meu corpo esta marcado
pela falta que faz
pelas vezes que te chamou
nas noites que te procurou
nas angustias que sentiu
tanta
tanta
tanta falta
você me fez
tanta
tanta
olha meu ser marcado
 por cada vez
que me ...rejeitas te 
nasceu uma flor em mim


eu fiquei assim
florida 
colorida
cheirosa
marcada por flores 
da época 
e fora dela também
sou um jardim...
é verdade
sou mesmo
quem esta perto 
quer ficar mais perto
quem me fala
quer falar mais perto
quem me beija 
quer beijar mais perto
tudo por causa deste jardim
que me tornas te
Nunca estou fora de época

Estou em harmonia 

Sou flor , Sou amor,Sou calor
estou viva...
Quem não se sente bem perto de um jardim?
Quem?
Sentir o fresco no ar
ali se sente vontade de beijar
de ficar
de falar
de sonhar
de respirar fundo
ummmmmmmmm
assim sou eu 
mas queria ....como queria...
que quando me visses
tivesses vontade de 
beijar
ficar
falar 
e sonhar até respirar fundo.


C.






quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Lança os dados





A brincar
é que agente se entende
nosso modo de amar
merece um brinde
Por isso lança...
lança os dados
esta noite ficará na lembrança
Não pelos pedaços enxutos
mas pelos pedaços molhados.
Lança...vamos ver
que nos acontece hoje.
Quero te surpreender.
Quero que me corteje.
Me deixa louca
Acaba comigo
que eu
Valo tudo
Tira no dente
e depois...
Deixa comigo....
No fim viramos
Só beijo na boca.



C.

Toca-me...



Toca-me
com os acordes que aprendes
afina me para tocar com um bom e suave som
usa me 
para que te distraias nas horas de lazer
mexe comigo
para me sentir util ...em vez de futil
com um dó
dorme comigo
com um ré
rema comigo
com um mi
descobre meus mistérios
com um fá
fala comigo
com um sol
inventa uma musica em que eu seja ele...e te faça brilhar.
com um lá
me lapida...nas tuas letras, nos teus pensamentos mágicos 
com um si
me da significado, preciso que precises de mim....
e com outro dó dorme comigo de novo
Hoje acordei
muito desafinada
me regula, 
até ficar desrregulada
e aí me regula de novo...
do teu jeito
ao meu jeito
porque os gostos
das musicas não se discutem...
se ouvem...
e se mexerem com ... o mais profundo de  nós
a música é boa....
nem sempre os primeiros acordes sai bem....
mas se persistir a ouvir
quem sabe....
o principio não é bom
o fim ... impensável...
mas pode acontecer que o coro seja inesquecível.
Então não temas .... e me toca...
sol  do  la si ...me toca....la la fa mi ..
Uma boa guitarra ...
jamais esquece um bom músico...
Toca -me...
a primeira viola, a primeira guitarra...
ela é sofrida...devido a persistência de quem quer aprender...
e rapidamente é ... substituída por uma melhor...
mas ...
a primeira jamais é esquecida.


C.

Quantas vezes...




Quantas vezes...
a seca do meu ser
me matou...
Não vês como me desfazes,
como fico sem saber viver,
que tudo o que eu fiz , o teu vento levou.~
O que resta?
O que ficou?
o que sobra, ou o que sobrou?
Como o cheiro de uma flor
como o riso
de um narciso
como a sua cor amarela
eu tenho o que não preciso
Queria ser a tua estrela
mas vivo presa como numa trela
presa aos sentidos
sem sentidos
presa aos medos
bem medidos
presa a um coração
sofrido e  magoado
pela cor e pelo sabor
aguenta ser desprezado.
Passa a mão no meu cabelo...
Passa a mão no meu rosto...
Sentiste que estou aqui?
-Sim , senti.
-Então mentes,
ao dizer que me sentes...
Porque na tua caricia
não estou acordada
estou como que desmaiada
desacordada para a vida
Isto tudo no meu mundo
quando entra a  minha mascara
quando  ninguém me  vê
quando ninguém está perto
as palavras voam
como folhas em dia de temporal
voam para o norte
para o sul não pedem permissão
se no oeste estão agora
a noite estão no litoral
Mas não entram em teu coração.
É como se tivesse fechado
para mim...para a tua família...
para o que DEUS te preparou.
Rejeitas com a cabeça
rejeitas com as duas mãos
rejeitas e fechas a porta nas tuas costas
as bênçãos que ELE te ofertou.
Por isso meu ser,temeu... e se afastou.



C.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

No pavio




-Emoção??
 De quê?
 Para quê?
 Porque?
 Aquece, o que está frio
olha bem na minha vela tem um pavio
ele está a apagar-se
está a ir -se
( assoprar)
-OHH que fazes???
-Não vês?
-Sim bem vejo .... mas não me apagues......
por favor......
-(assoprar) uuuuuuuu
-Pára....com isso ( choro)
Porque, não me deixas aqui sossegada?
-Porque não suporto tua luz.
-Mas ... então sai de perto mim... mas deixa -me iluminada .. nem que seja no pavio...
-Não.
-Porquê????????
- Porque se deixar o pavio, vai que alguém  te acha... e te ilumina de novo?
-És mau...tão mau...
-Sou assim...
-Então .... pensei melhor...
-O quê? Pensaste no quê?
(respiro bem fundo....mas bem fundo mesmo)
-Já podes....
-Já posso o quê??? Não entendo nada.
-Já podes assoprar.... estou pronta... para apagar...
-O quê ???
-Eu disse que estou pronta...viver só no pavio... não é viver... é apenas sobreviver...
A minha chama ilumina uma cidade... e tu queres prender-me num cómodo...
Apaga - me ...



Sem dó , sem pensar 2 vezes, sem olhar nos meus olhos, sem lamentar, enches-te a boca de ar...
E assopras te ......e eu apaguei................................................................................................





C.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Ama-me á chuva




Oiço a chuva 
e procuro-te
creio que me abençoava
nos meus pensamentos
nos meus grandes cuidados
nas minhas alegrias
Procuro-te  no som da chuva
Procuro te  no seu toque no seu frio





Procuro te para que me toques
como a água.
Que me contornes  o meu corpo
e me arrepies...
Que passeies nas minhas pernas
e que acabes aos meus pés.
Descubras a minha boca
visites o meu pescoço
namores meus seios.


A água que me lava
A água que me aquece
A água que me arrepia
A água que me procura
A água que me acha
A água que me refresca
Sê água....
Contorna -me
Ama-me
Beija -me
Fica comigo...Ama -me á chuva
para que sempre que a oiça
sempre que ela visite a minha terra
eu lembre me de ti,
de nós.
Toma-me na chuva
com cheiro de terra molhada.
Para quando sair á rua
e esse cheiro me visitar
eu feche os olhos
e me lembre do teu beijo.
Do teu toque.
Da tua boca ...molhada.
Do teu sabor a agua de chuva.
Agarra me na chuva
para quando chover
eu caminhar nela.
E ao sentir a água no meu corpo,
no meu rosto,
nas minhas mãos,
lembre me do teu corpo molhado
das tuas pernas  molhadas
do teu cabelo  molhado. 
E me lembre ... e não esqueça
não me faças esquecer de ti....
Quero me lembrar de ti hoje,
porque chove.
E amanhã quando a chuva for embora,
eu vou na casa de banho,
ligo o chuveiro no máximo
entro na banheira vestida
e quando já estiver toda encharcada
retiro minha roupa
peça a peça.
Imaginando que estás do meu lado
deixo cair no chão minha  roupa 
  ficarei nua.
E ao ouvir a agua do chuveiro
 ouvir a sua força
 imaginarei a chuva.
E quando ela bater no meu corpo
imaginarei que me vais amar ali....
Ama-me á chuva
não te esquecerás de mim...
Prometo...


quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Criança sim e não...




Como crianças
sem alianças                                              
Cheia ...carregada mesmo de esperanças.
Vivem na bagunça
e são tão felizes
Nem lembram das cicatrizes
a vida para eles é herança.
Vamos ser criança
sem maldade
sem balança...
Não pesar o bem e o mal
Deixa que seja normal
Não somos ...
Não somos...
sonhamos mais que bebe..
que criança de creche...
que criança de escola...
que adolescente...
Sonhamos como criança boba
que nada pensa
mas tudo engloba
Um abraço... calmo e calado
faz toda a diferença
quando somos criança
então assim sejamos
e não nos abalamos.


C.

Frio?








  Porquê?
  Uns dias
  Sai te tanta coisa da mente
  Parece que nasceste em sabedorias
  E escreves loucamente.
  Outras  vezes não nascem palavras
  Ficas com a mente vazia,
  Com o coração vazio.
- Está tanto frio, não está?
- Frio? Mas estão 30 graus, como dizes frio?
- Frio sinto frio...
- Porque choras? Pelo frio?
- Sim, quer dizer não...
  Sim pelo frio, pelo gelo pela indiferença.
- Não te entendo.
- Eu sei que não. Eu sei. Também não é para entender.
  Conseguirás ouvir me, sem  entender me?
- Sim, mas posso-te ouvir e tentar
  Entender pode ser que consiga-te ajudar, não é?
- Mas eu não quero ajuda.
- Como não??
- Sabes do que preciso?
- Não, serio que não.
- Preciso de 2 ouvidos e 2 braços.
- Rs és engraçada.
- Porquê?
- Ops estavas a falar a sério, desculpa...
  Então deixa-me ver, eu tenho 2 ouvidos e tenho 2 braços.
  Empresto-te os meus ouvidos e os meus braços. Mais alguma coisa?
- Sim...
- O quê?
- Uma voz.
- Ah uma boca.
- Não uma voz.
- Está complicado, explica me, por favor.
- Preciso que enquanto uns ouvidos me ouvem, e uns braços me enrolam uma voz me diga:
- Shiuuuuuu (baixinho)
  Vai passar, isto vai passar.
- Então usa me, anda aqui.
  Puxas me de mansinho, 
como carregando uma criança 
encostas as minhas costas ao teu peito.  
Sentámo-nos no chão, ali mesmo 
enrolaste-me com  os teus braços e disseste:
- Heis aqui os meus ouvidos
  Heis aqui os meus braços
  E agora shiuuuuuuuuuu ( baixinho)    
  vai passar, isto vai passar ...



C.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Sou uma ilusão...


                                                                                        

Sabias que eu  sou a tua ilusão?
Aquilo que teu coração
Quer que eu seja?
O que a tua mente mais deseja?
O que o teu corpo mais pede?
O que as tuas mãos mais anseiam ?
O que os teus olhos mais querem ver?
Pura ilusão.
Sou as palavras que queres ouvir.
Sou as letras que precisas.
Sou a mulher que tu queres.
Sou a amante que anseias na madrugada.
Sou a mãe dos teus filhos.
Sou o cobertor quando tens frio.
Sou a brisa quando tens calor.
Sou a agua quando tens sede.
Sou a vitamina quando estas fraco.
Sou a mão que precisas de dar
Quando tens medo.
Sou a paz que precisas quando estas nervoso.
Sou a espada quando queres guerrear.
Sou a faca para o que tens que cortar.
Sou a tua falta de ar
Quando precisas de te surpreender.
Sou  o mar quando precisas de ver algo em grande
Sou a luz … quando estas no escuro?
Sou?
Sou mesmo ??
Então sou uma ilusão…
Uma ilusão que aparece quando precisas de  mim…

C.

Se pudesse voltava atrás







Se pudesse voltar atrás
Se soubesse o que o tempo me ia dar
Se soubesse a mentira que seria
Se me contassem o que iria sentir
Se me falassem do que ia chorar
Se soubesse do que ia me lamentar
Do amor que não ia ganhar
Do que hoje iria sofrer
E das chapadas que ia receber
Eu passaria tudo de novo…
Eu passaria tudo de novo…
A vida me deu DEUS …
E as minhas princesas
Se reclamasse meus dias inteiros
O fruto do meu ventre se perderia
E nunca o tinha tido
Meus frutos , minhas filhas
Meu DEUS, Meu amigo
E isso é mais importante
Do que passo…
Mas se pudesse te apagar sem apagar
Estes tesouros que ganhei….
Te apagaria….
(choro)
TE APAGARIA da minha vida…
Aprendi muito contigo é verdade
Mas da tua pior maneira
Me tornei mulher contigo…
Quem me quisesse agora ficaria com uma mulher
Não uma moça
Pegaria alguém que sabe da vida
Não uma louca adolescente
Pegaria um premio
Não uma canseira…
Lembra te … muda…aprendes te algo comigo?
Lamenta…deixa me saber que lamentas…
Mas parece que a porta que eu abri
Para ti
Para me veres a querer partir
Em vez de correres para a fechar
E… esconderes a chave
Foste para a ombreira da porta
Á espera que me vá e não volte mais…



C.

Quero voar sozinha










Quero voar sozinha
Abrir meus braços
Caminhar na linha
E conhecer outros espaços
Viver por viver
Cansei –me de escolher
 Muitas Historias
De viver só de memorias
De querer conquistar vitorias
E me encontrar derrotada
Todos os dias
Derrubada
Angustiada
Ferida
Quem me amará?
Quem me escolherá?
Quem me receberá em seus braços?
Como se fosse uma primeira vez?
Quem me segurará na cabeça quando me quiser beijar?
Quem me colocará no colo para eu chorar?
Quem me dirá coisas bonitas ao ouvido?
Quem será meu abrigo?
Quem será meu companheiro
Daquelas horas boas
Para contar novidades?
Quem será meu ????
Quem será o meu amado
Quem será que me vai chamar
Na noite
Na manhã?
Quando saberei que estão a pensar em mim?
Qual flor serei, para qual jardim?
Não cuides de mim, por favor…
Ama -me ... por favor…
Não cuides, não cuides…
Só cuidar não
Porque não se de o caso…
De alguém querer e olhar para o teu lugar
E o ache vazio sem dono ….
E a alegria dele esteja ali…
E queira ocupar com amor
Carinho, afeição, respeito, força, alegria, virtude e muita alegria
Ele encontre nesse lugar a sua felicidade
E lute, lute por conquistar o lugar vazio…
E de tanto lutar, de tanto prometer coisas bonitas ao lugar
Ele acabe se soltando….
E abrindo caminho…
Dando autorização
Para ocupar o teu lugar …. neste  pobre coração…
A vida sei que corre eu sei…
Que o que é bom hoje
Amanhã pode ser o meu pesadelo…
Mas para o amor
Não existe modelo...
e eu posso ser a tampa
 de alguma panela que não seja você
Se morro me espera uma campa
Se vivo um mar de lágrimas me espera…
Então sabe de uma coisa…
Nem morro nem vivo
Sobreviverei
Mas…..
Se alguém ocupar teu lugar
Não diga que não falei
Eu falei
Eu chorei
Eu te avisei…e te esperei
E você nunca  chegou aqui….