Quem és ? : Outubro 2010

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Quantas...



Quantas vezes...
encolhi-me neste poço de emoções
na esperança que tivesses sede
e me desejasses.
Quantas vezes me perdi
no labirinto do toque
porque sabia que não te sentiria
naquela noite.
Quantas vezes fiz o filme
de paixão, na areia de uma praia
como um costume
e não uma cobaia.
Gemo dentro de mim gemo
de revolta
porque olho á minha volta
e cheguei ao meu extremo.


C.

Passa a mão...



Passa a mao
na minha face agora
e me queima de desejo
fala no meu ouvido
que ama o meu beijo..
num gesto meigo e querido.
arrasta a tua mão
como a areia arrasta na praia
cusca com a tua mão
o meu corpo, como algo que desconhecesses
prova o néctar
que a minha pele deixa ao tentares
descobrir quem sou eu...
sorri, olha nos meu olhos , sorri...
Passa a mao
na minha face agora
e me queima de desejo.


C.

Devolve-me



Devolve-me.
Roubaste-me.
Porque?
Era tão fácil... pedires-me.
Era ... mas não esperas-te...
Nem quiseste ter trabalho...
apenas  roubaste-me.
Tantas vezes me entreguei...
tantas outras me ofereci...
mas tu me roubas-te
Roubaste-me o meu sorriso
sem um aviso
Aos poucos notei
que ja não o possuo
meu lábios amarrotei
como um papel nu
de nervoso e afliçao
falta de ti e da paixao
me revoltei e me esqueci
que me roubaste
devolve....
Devolve o que roubas-te
que falta me faz, o meu sorriso...
que falta me faz ... quanto eu dele preciso...
 Devolve o meu sorriso.


C.

Estrela



Estrelaaaa
estas ai parada
a brilhar
Estrelaaaaaaaa
ouves -meeee
conta -me algo,
algo que nao saiba,
um segredo...
vem na minha janela
e num momento em que nao espero
aparece e conta-me.
Mostra -me a tua luz
como vives...
neste mundo medonho,
como vives
neste mundo...
eu cá me envergonho...
do mal, do falso, do hipócrita
do pecado ,da mentira
do próprio homem e sua ira.
Estrela...
abraça-me na beira da minha janela
e conta-me como és bela
como vives nessa tua luz
-MINHA LUZ É JESUS...


C.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Pinta-me



Agarra nesse pincel
nesse mesmo
e pinta-me
como tu me vês
assim pinta-me
quero que tenhas o dom de pintar
só para ver
como me vês
será que vais pintar
o meu jeito de te beijar
será que vais lembrar das minhas maos
do detalhe dos meus dedos,
das minhas unhas
e o meu olhar
de que cor colocarás os meus olhos
estaram eles a olhar para ti?
e o meu pescoço,
e as minhas pernas,
e os meu pés,
esqueçe ... pára
nao desenhes nada
pára
tenho medo....porque sinto o teu medo
 eu tenho medo de me desiludir
prefiro pensar que me farias especial
na beira do mar a sorrir
como um quadro nupcial
Quero que olhes nos meus olhos
e me mostres com os teus
o quanto me pintas com o olhar...
quero que conheças os meus segredos
para me pintares sem medos
sem pressas de o acabar....

 C.

Cala - te

cala- te escuta
cala- te escuta somente
sou uma fruta
uma fruta doente...

Teu cheiro



teu cheiro
me elouquece
te sigo como um roteiro
que me sobreaquece...
e me enfraquece...

como de um vicio
que tenho sobre a pele
um beneficio...
como um pintor com aguarele

pinto-me leve
pinto-me sem nada
branca como a neve
fria e calada

ai o teu cheiro
ai o teu perfume
torna -me mais quente
torna-me diferente

se ao menos colasses
o teu peito ao meu
e nao me abandonasses
conhecerias o  meu eu...


C.

Fala....

Fala
Comunica
Diz me o que queres…
O que desejas…
Se não quiseres falar mostra-me…
Guia-me ,
Vá –la não deve ser tão difícil
Não me faças sentir invisível
Mostra me… toma a minha mente…
Ensina -me a …
Como queres que cuide de ti…
Ou… Deixa me tentar …
Deixa me descobrir… da –me uma oportunidade
Sem maldade, mas com curiosidade
Deixa - me levar por onde ás vezes caminho sem que me
Permitas…
Vaguei-o o meu pensamento pelo teu corpo e te desejo tanto.
sinto-me tão só nestes desejos e vontades...

C.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

olho-te
e vejo como  estás
o ar cansado denuncia
nem precisa de cartaz

uma mao atrás da outra
e recusas um sorriso
fechas os olhos e ..
nem um carinho extra

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

sonho acordada




Abraça-me
coloca teus quentes braços
ao meu redor
torna este momento acolhedor
e vamos formar laços.
Dá-me a tu mão
não a quero fugida
do meu corpo.
Dá-ma deixa-a ser regida
pelos suspiros dos meus lábios.
Lê na minha mente
estes jogos sábios
que finjo que sou crente
para te ter... ter somente...
quero-te, muito mais...
vem , quero ouvir
muito mais do que palavras orais
quero sentir
que me honrais,
neste tempo neste espaço
em que me dou em pensamento
em que me esqueço do embaraço
que é pensar neste momento
a sós.......

 C.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Malandro....

Malandro
que malandro foste
conquistaste este meu ser
nesse teu jeito malandro
crias-te este amor
nesse teu jeito malandro
Agora, te amo...
deste jeito
malandro,
malandro jeito de amar,
mas gosto
malandro


C.

Cuida...

Cuida
Cuida de mim
Do meu ser
Deste corpo que soa por ti
Destes lábios que te saudam
Cuida
Deste coração que desperta quando te vê
Destes braços que te esperam
Destas mãos que te anceiam
Cuida
Cuida de mim....
Cuida daqui-lo que me faz mover
Este amor que não quero perder
Move-me para teus braços
Sente-me naqueles espaços
em que eu e tu
estamos... distantes

C.

Sabes?

Sabes?
não sabes não!
ainda não te contei!
Sabes?
não sabes não!
ainda não me sentei!
Sabes?
não , sabes não!
o quanto te amei!
Sabes?
não, sabes não!
ainda nao te falei!
Do quê?
Disto
Que te amei um tanto.
Sei.
Não, sabes não.
Se és tão diferente entretanto.
Sabes?
Não, sabes não!
Que te amei um tanto
e que hoje te amo outro
Outro tanto?
Sabes, eu sei que sabes
Sim outro tanto
tanto, tanto
como nunca amei, sabes?
Sabes, sabes, eu já te falei...


C.



Meu amor...

Meu amor
tenho saudades tuas
apesar de nunca estares longe de mim
tenho pavor
a não poder passear contigo nas ruas
e... não dar-mos valor ás flores do jardim
Queria estar contigo...
quando o meu coração suspira solidão
queria desinibir-me
e soltar a imaginação...
Alegro-me  em te fazer feliz
só quero fazer o que o meu coração diz.
Olhar-te ... ver o teu sorriso
é tudo o que eu hoje preciso.
Dá-me a tua mão
Não, não digas que não
nada corre mal, quando tudo está bem
Não, não digas não
que sou eu hoje que te quero levar
a um lugar especial
no meio de um abraço.
Deita -te no meu regaço
e descansa 
a noite é uma dança
onde eu sou o teu par.
C.     

sai...

Sai...
esta na hora de saires...
vai corre, corre
e nao pares, por nada pares
nem olhes para trás...
não te atrevas, se olhares
vais ficar presa.... NAOOOOOOOO
tarde demais, eu disse nao olhes
olhaste, e agora
os teus olhos olharam só mais uma vez e...
e agora...
sentes-te melhor????
nao?
entao porque olhas-te?
porque voltas-te?
existe algo que nao te faça sofrer...
que nao seja o passado?
nao?
se nao , entao porque olhas-te...
cada vez que olhas lembras, vives, comunicas com ele...
pára... para teu bem , pára...
fica comigo, me abraça, me ama
fica comigo eu estou sempre aqui...
todos os dias....
Mas quem és tu?
eu sou o presente...


C.

As Notas Musicais....

 A vida a teu lado é esta festa
A qual não quero deixar de participar
Estar a teu lado, corpo a corpo
Ouvir esta música sentir cada nota
Vibrar a cada compasso
Só ainda é possível,por seres o meu par.
Na dor a festa é feita a dois
e regemos juntos
o mesmo milagre
Fala-me ao ouvido
Fala-me de mansinho
Fala-me de amor
Fazendo -me acreditar que te soltas
Quando os teusbios
 Encontram os meus
E nun gesto meigo
e sincero
Dizemos  juntos
Há um jugar dentro de mim que só existe por ser para ti.


C.        ( 2006)

começar....


Vou começar 

vamos ver como vai correr
não posso desesperar
isso é para os solitários...
aqueles que se metem nos armários
na esperança do vento passar.
Eu gosto do vento,
Ó Vento passa no meu rosto,
lembra-me quem sou eu
não deixes que me esconda
de quem não me conheceu
não deixes que me esconda
de quem não abracei
não deixes que me esconda 
de quem não beijei
não deixes que me esqueça 
de como é gostoso
passares na minha cabeça
Ó vento saudoso.

                                                                   

                                                                 C.